Vacinação contra a gripe começa na segunda-feira com horário estendido em Santos

Público-alvo é de 60 mil idosos, com mais de 60 anos

 

Por Prefeitura Municipal de Santos 

Oitenta mil idosos (com 60 anos ou mais) e 24 mil profissionais de saúde compõem o primeiro grupo de pessoas que serão imunizadas contra a gripe (influenza) em Santos a partir de segunda-feira (23). A campanha, de abrangência nacional, conta com doses disponíveis em 31 policlínicas da Cidade (ver abaixo).

Para evitar aglomeração nas unidades de saúde, principalmente das pessoas idosas que estão no grupo de risco de contágio do novo coronavírus, o horário de vacinação será ampliado. O serviço, que normalmente ocorre nas policlínicas das 9h às 16, começará mais cedo, a partir das 7h30. Algumas unidades contarão com mais de uma sala para a aplicação das doses.

A campanha, que historicamente tem início em abril, foi antecipada pelo Ministério da Saúde com o objetivo de reduzir da carga sobre os serviços médicos no momento em que o País atende à demanda causada pelo novo coronavírus.

“Neste momento, é recomendado que as pessoas procurem a unidade de saúde apenas durante o horário de vacinação: que não se aglomerem ou formem filas em momentos anteriores ao início da aplicação das doses. Durante a espera, devem se manter afastadas em pelo menos 1,5m”, ressalta Ana Paula Valeiras, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde.

 

OUTROS PÚBLICOS

A segunda etapa da imunização, que começa em 16 de abril, incluirá professores, agentes de forças de segurança e salvamento e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e de outras condições clínicas – diabéticos e hipertensos, por exemplo.

Já a terceira etapa tem início em 9 de maio (sábado), abrangendo crianças de 6 meses a 6 anos, gestantes, puérperas, adolescentes e jovens sob medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional e adultos com idades entre 55 e 59 anos.

Neste ano, o público-alvo total da campanha em Santos é formado por 250 mil pessoas – 58% da população da Cidade. Na campanha de 2019, o Município aplicou 214 mil doses da vacina contra a gripe (95,6% do público-alvo), superando a meta estipulada pelo Ministério da Saúde de 90%.

 

NÃO INDICADA

A vacina não é indicada para pessoas com doenças febris agudas, as quais deverão adiar a aplicação até a melhora do quadro. Também não devem tomar as pessoas com alergia a ovo, histórico de anafilaxia ou que tiveram Síndrome de Guillain-Barré no período de até 30 dias após receber a dose anterior, necessitando de avaliação médica para liberação da dose.

Produzida pelo Instituto Butantan, a vacina protege contra os vírus A (H1N1), A (H3N2) e B. As doses são feitas de vírus inativos, fragmentados e purificados. Por isso, não contêm vírus vivos e não causam a doença. Para a vacinação, é preciso apresentar documento de identificação com foto (RG ou CNH, por exemplo) ou identificação profissional (trabalhadores da saúde). Também é recomendado levar carteira de vacinação e Cartão SUS, se tiver.

 

ACAMADOS

As pessoas acamadas receberão a vacina contra a gripe em domicílio. Na próxima semana, a Secretaria de Saúde divulgará informações sobre como será a inscrição dos pacientes. Quem já é acompanhado pela Seção de Atendimento Domiciliar (Seadomi) não precisa se inscrever.

Locais de vacinação:


Policlínica da Alemoa e Chico de Paula
R. Afonsina Proost de Souza s/nº - Alemoa
 
Policlínica da Aparecida
Av. Pedro Lessa, 1728
 
Policlínica do Bom Retiro
Rua João Fracarolli s/nº 
 
Policlínica do Campo Grande
Rua Carvalho de Mendonça, 607 
 
Policlínica da Conselheiro Nébias
Av. Conselheiro Nébias, 514 - Encruzilhada
 
Policlínica do Embaré
Praça Coronel Fernando Prestes s/nº
 
Policlínica do Gonzaga
Rua Assis Correia, 17 
 
Policlínica do Jabaquara
Av. Rangel Pestana, 475
 
Policlínica do José Menino / Pompéia
Avenida Floriano Peixoto, 201
 
Policlínica do Marapé
Rua São Judas Tadeu, 115
 
Centro de Saúde Martins Fontes
Rua Luiza Macuco, 40 - Vila Mathias
 
Policlínica do Morro Nova Cintra
Rua José Ozéas Barbosa s/n.º 
 
Policlínica da Ponta da Praia
Praça 1º de Maio s/nº 
 
Unidade de Cuidado do Porto
Rua General Câmara, 507, Paquetá.
 
Policlínica do Rádio Clube
Avenida Hugo Maia s/nº
 
Policlínica da Vila Nova
Praça Iguatemi Martins s/nº
 
Policlínica do Morro do São Bento
Rua das Pedras s/nº
 
Policlínica da Vila São Jorge e Caneleira
Rua Francisco Ferreira Canto, 351, São Jorge
 
Policlínica do São Manoel
Praça Nicolau Geraigire s/nº
 
Policlínica do Piratininga
Praça João de Moraes Chaves s/nº
 
Policlínica da Vila Mathias
Rua Xavier Pinheiro, 284 - Encruzilhada
 
Policlínica do Valongo
Rua Prof. Maria Neusa Cunha s/nº - Saboó
 
Policlínica do Caruara
Rua Andrade Soares s/nº - Área Continental
 
Policlínica do Monte Cabrão
Av. Principal s/nº – Área Continental
 
Policlínica do Monte Serrat
Praça Correa de Melo s/nº
 
Policlínica do Morro da Penha
Rua Três, nº 150 
 
Policlínica do Morro do José Menino
Rua Doutor Carlos Alberto Curado, 77 A
 
Policlínica do Morro Vila Progresso
Rua Três, casas 1 e 2 - Vila Telma
 
Policlínica do Morro Santa Maria
Rua 10, s/nº 
 
Policlínica da Areia Branca
Rua Francisco Lourenço Gomes, 118
 
Policlínica do Castelo
Rua Francisco de Barros Melo, 184

 

Foto: Susan Hortas/arquivo