Começa a distribuição de cestas básicas do Programa Alimento Solidário em Guarujá

FONTE: PREFEITURA DO GUARUJÁ

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) de Guarujá começou, nesta segunda-feira (18), a entrega das 6.664 cestas básicas do Programa Alimento Solidário, do Governo do Estado. As cestas são destinadas a famílias em situação de extrema pobreza no Município, cadastradas no Programa Bolsa Família (incluídas no Cadastro Único – Cadúnico) e com renda mensal de até R$ 89,00 per capita. As retiradas acontecem até quinta-feira (21), nos períodos da manhã e à tarde.

A lista com os nomes dos contemplados, locais e horários para retirada está disponível no site da Prefeitura (www.guaruja.sp.gov.br). Para conhecê-los, basta clicar na logomarca do Programa Alimento Solidário. Para receber a cesta o beneficiário deve apresentar o RG ou documento válido com foto em mãos.

A assistente social da Diretoria Municipal de Segurança Alimentar reforça a garantia de acesso à alimentação pelas famílias. “O contexto de crise acaba fazendo com que várias pessoas passem por privação de alimentos”.

Na Escola Municipal Dirce Valério Gracia, um dos pontos de entrega, a dona de casa Andréa Morais retirou a sua cesta na manhã desta segunda-feira. A ex-diarista está desempregada. “Ajuda muito, também, para alimentar as crianças. Veio em um bom momento”, conta ela, que deu à luz no início da pandemia.

No local, pessoas que foram acolhidas no alojamento provisório montado no Ginásio Tejereba – que abriga pessoas em situação de rua na quarentena – se voluntariaram para a distribuição das cestas. “Estou no abrigo faz dois meses e lá não me falta nada. Resolvi ajudar, pois é uma maneira que tenho de retribuir o que vem sendo feito por mim, ajudando o próximo”, conta José Célio Souza de Morais, um dos voluntários.

O titular da Sedeas destaca a importância do programa no atual momento da Cidade. “Devido às duas calamidades que a Cidade enfrentou durante os últimos meses, o programa está alinhado com a atual conjuntura socioeconômica, fazendo com que possamos garantir os direitos das famílias em situação de extrema pobreza”, afirma.

Para evitar aglomerações, as entregas estão organizadas por região, assim, cada beneficiário vai receber a cesta básica em um pólo próximo à sua residência. A ação tem apoio logístico de soldados da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea de Guarujá, sediada no Forte dos Andradas.

Logística

A distribuição é organizada por polos. São 10 locais, sendo nove escolas: Escola Municipal 1º de Maio (Av. Adriano Dias dos Santos, 611- Jardim Boa Esperança – Vicente de Carvalho), Escola Municipal Dirce Valério Gracia (Av. Dom Pedro I, 340 – Jardim Tejereba), Escola Municipal Giusfredo Santini (Rua São João Batista, nº 380- Morrinhos II), Escola Municipal Hermínia Neves Vitiello (Rua João Thomas Tangary, nº 95 – Bairro Santa Rosa), Escola Municipal José de Souza( Av. Atlântica, nº 1518 – Cidade Atlântica), Escola Municipal Maria Aparecida Ramos Camargo (Rua Poeta Gregório de Matos, nº 71 – Loteamento Jd. Brasil – Morrinhos III), Escola Municipal Mario Cerqueira Leite Filho (Rua Javari, nº 95 – Balneário Praia do Perequê), Escola Municipal Profª Lúcia Flora dos Santos(Rua Josefa Hermínia Calda, nº 200 – Jd. Progresso), Escola Municipal Paulo Freire (Av. Tancredo Neves, s/nº – Santa Clara). Além do Centro de Atividades Esportivas Santa Cruz (Estrada Santa Cruz dos Navegantes, s/nº).

Cestas

A cesta de alimentos foi elaborada pela equipe de nutricionistas do Hospital Israelita Albert Einstein. A caixa contém sete fontes de proteínas diferentes (feijão, lentilha, leite em pó, sardinha, charque, linguiça e ervilha), além de produtos como arroz, farinha, macarrão e biscoitos, entre outros suficientes para a alimentação de uma família de quatro pessoas por um mês.