Sistema de controle da CET auxilia na fiscalização do transporte

13/11/2014

 

 

Graças a uma série de melhorias realizadas no sistema informatizado de controle das linhas de transporte público, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) está obtendo informações completas sobre os trajetos e operação dos ônibus. O Sistema de Supervisão e Monitoramento de Ônibus (SISMO) transmite, via satélite por meio de GPS (Sistema de Monitoramento Global), todos os dados sobre os veículos.

 

Em tempo real, a Central de Controle de Transporte (CCT) rastreia, especialmente, a frequência das linhas, ou seja, se o veículo está passando pelos pontos no horário pré-determinado, se está atrasado ou adiantado. Com esta fiscalização, a CET obtêm as informações necessárias para melhorar o serviço, atendendo prontamente às reclamações dos usuários. Atualmente, cerca de 70% se referem à demora para passar no ponto.

 

Segundo a gerente de Transportes Públicos da CET, Dalvaní Pereira, com o sistema é possível verificar se os atrasos se dão por falha da Viação Piracicabana ou fatores externos, como morosidade no trânsito, por exemplo. “A otimização do serviço do SISMO nos ajuda a verificar a responsabilidade da empresa, quando surgem reclamações, e, sobretudo, nos permite estudos mais completos sobre o sistema de transporte, visando a contínua melhoria na prestação do serviço, controle interno e satisfação dos usuários”. A média de viagens mensais gira em torno de 4 milhões e 700 mil.

 

Avaliação

 

Equipes trabalham 24 horas por dia no CCT e em campo, para avaliar o serviço oferecido pela permissionária. Entre eles estão a operação, manutenção e limpeza dos coletivos, além do comportamento dos motoristas. Os veículos são verificados, especialmente, nos pontos iniciais, secundários (metade da viagem) ou finais. Caso sejam encontradas irregularidades, a empresa pode ser penalizada. Nos últimos dois anos, com o avanço na fiscalização, houve um aumento de cerca de 70% no número de autuações lavradas para a Viação Piracicabana.

 

“Todos os carros, quando recolhidos, são limpos. Caso nossos operadores verifiquem que algum veículo não está em condições adequadas para circular novamente, a empresa pode ser multada, por exemplo”, explica a gerente. As mesmas exigências são feitas à firma responsável pelo transporte seletivo, e aos motoristas permissionários de autolotações.

 

A prefeitura vai contar com 100 novos veículos com ar condicionado, para garantir que metade da frota esteja equipada ainda neste verão. Além disso, 100% dos ônibus já possuem rede de internet grátis wi-fi.

 

Fonte: http://www.santos.sp.gov.br/?q=noticia/877247/sistema-de-controle-da-cet-auxilia-na-fiscaliza-o-do-transporte