Serra Leoa suspende restrições para conter Ebola

Agência Lusa                               23/01/15 12h23

 

 

O presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma, anunciou a suspensão das medidas de restrição estabelecidas para lutar contra a propagação do ebola, devido a sinais de recuo da epidemia no país. “As restrições ao movimento das populações serão reduzidas para apoiar a atividade econômica". Segundo ele, as medidas valem para as províncias e outras localidades. O anúncio foi feito em discurso à nação transmitido pela televisão na quinta-feira (22) à noite.

 

 

“Entramos agora numa fase de transição. Tendo em conta os progressos realizados contra a doença, devemos agir para permitir o restabelecimento econômico e social”, explicou Koroma. Ele disse que o abrandamento das restrições ao comércio na Região Oeste inclui a capital, Freetown.

 

Lembrando “o objetivo de zero casos até 31 de março”, o chefe de Estado disse que o governo prepara, agora, o recomeço das aulas “para a terceira e a quarta semana de março”. “O combate não terminou”, alertou  o presidente. Ele apelou à população para que a vigilância seja mantida bem como as medidas de higiene e de prevenção, em particular não tocar nos doentes e nos mortos.