Polícia desvenda mistério de túnel em Toronto, no Canadá

Agência Brasil                                                                          02/03/15 18h16 

 

 

A polícia de Toronto, maior cidade do Canadá, anunciou hoje (2) o fim do mistério do túnel cavado próximo a um dos locais onde ocorrerão partidas de tênis, durante os Jogos Panamericanos, em julho deste ano.

 

Dois homens foram identificados como autores do túnel, descoberto em janeiro, em uma área de mata em torno do Rexall Centre, no norte da cidade. Segundo a polícia, o buraco era utilizado para “fins pessoais”. A intenção de crime contra a segurança pública foi descartada.

 

O túnel media cerca de 10 metros de comprimento por 70 centímetros de largura, e tinha altura suficiente para um adulto ficar em pé. A estrutura interna era reforçada com tábuas de madeira. Um gerador a gás fornecia energia elétrica no interior da câmara, onde foram encontrados também utensílios para armazenagem de comida e bebida, e uma bomba d'água, entre outras coisas.

 

Na terça-feira passada (24), a polícia de Toronto conclamou a população para ajudar a desvendar o mistério, em busca de pistas que pudessem levar aos autores do sofisticado buraco. Até então, havia o temor de que o túnel tivesse como propósito ataques terroristas durante o Pan. Na sexta-feira (27), os investigadores receberam a informação que os levou a solucionar o caso. A investigação foi concluída e o túnel soterrado.