França vai investigar causas de acidente que matou atletas franceses na Argentina

Portal EBC                                                                           10/03/15 14h04 

 

 

 

A França amanheceu de luto depois do acidente entre dois helicópteros que matou dez pessoas, entre elas três atletas de elite do país. A nadadora Camille Muffat, de 25 anos, medalha de ouro nos 400m livre, prata nos 200m livre e bronze no 4x200m livre nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, o pugilista Alexis Vastine, de 28 anos, bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, e a velejadora Florence Arthaud, de 57 anos, a primeira velejadora a atravessar o Atlântico Norte, em 1990, estão entre as vítimas.

 

O trio participava das gravações do reality show francês "Dropped" quando dois helicópteros colidiram em pleno voo, nas montanhas da zona turística de La Rioja, no noroeste da Argentina, minutos depois da decolagem. As autoridades policiais argentinas confirmam a morte dos dois pilotos argentinos, Juan Carlos Castillo e Roberto Abate, e oito passageiros franceses - além dos atletas, quatro pessoas envolvidas na produção do programa faleceram. 

 

O Ministério Público de Paris anunciou que vai abrir uma investigação por "homicídio involuntário", procedimento de rotina quando cidadãos franceses morrem no exterior. Serão enviados especilistas para analisar as causas da colisão. De acordo com o porta-voz provincial, Horacio Alarcon, as condições climáticas na hora do acidente eram boas, e ainda não é possível precisar o que provocou a queda.

 

A juíza de La Rioja, Virginia Illanes Bordon, que está à frente da investigação argentina sobre o acidente, disse que os corpos já começaram a ser retirados do local e aguarda a análise dos registros das caixas-pretas das aeronaves. "As caixas-pretas dos helicópteros é que dirão as causas do acidente", pondera a magistrada, lembrando que "tudo será matéria de investigação".

 

 

“Toda a França que está de luto nesta manhã”, declarou o primeiro-ministro, Manuel Valls, exprimindo pela rede social Twitter a sua “imensa pena”.

 

Por meio de comunicado oficial, o Comitê Olímpico Internacional (COI) decretou luto de três dias: neste período, a bandeira olímpica será hasteada em meio mastro na sede da organização, em Lausanne, na Suíça, em homenagem aos atletas falecidos. “Estamos chocados com esta triste notícia. Os nossos pensamentos estão com as famílias e com os amigos destes grandes atletas que nos deixaram. O mundo do desporto e a família olímpica perderam três grandes campeões”.

 

As filmagens do reality show "Dropped" começaram no final de fevereiro em Ushuaia, na Patagônia argentina, na ponta sul do continente americano. O desafio de aventura e sobrevivência testaria os limites dos oito atletas participantes, que seriam deixados em lugares extremos e deveriam voltar para a cidade.  O programa devia ser exibido no verão francês no canal privado TF1.

 

O grupo TF1 exprimiu a sua “imensa tristeza” com a tragédia e a produtora do reality show, a ALP, anunciou a interrupção das filmagens e a volta de todas as equipes para a França.