Dia Nacional do Circo é comemorado no Rio

Agência Brasil                                                                                  27/03/15 13h30 

 

 

A Escola Nacional de Circo, da Fundação Nacional de Artes (Funarte) abriu os portões de sua sede, na Praça da Bandeira, região central do Rio para celebrar o Dia Nacional do Circo, comemorado hoje (27). O espetáculo Tudo Novo de Novo foi apresentado para cerca de 500 alunos e 40 professores de diversas escolas do município. Esta é a primeira de uma série de apresentações feitas mensalmente até novembro, com entrada gratuita.

 

Única instituição de ensino diretamente mantida pelo Ministério da Cultura, a Escola Nacional de Circo (ENC) possui Curso Técnico em Artes Circenses e Intercâmbios. Ao se estabelecer como legítimo espaço cultural circense, a escola cria meios de preservar e difundir a tradição milenar dessa arte. Aberta à reflexão e à experimentação, a escola contribui também para a renovação da linguagem do circo.

 

No picadeiro, os alunos da Escola Nacional de Circo vão mostrar toda a diversidade, riqueza e variedade do processo de ensino e aprendizagem, em espetáculos dirigidos pelos professores da instituição. A Escola estará aberta durante todo o ano para visitação de pequenos grupos. O público terá a oportunidade de conhecer o cotidiano, sua estrutura e história.

 

Professor da ENC, o cubano Antônio Rigoberto Enriquez, de 54 anos comentou a importância das atividades circenses para as pessoas, independente da idade. “Moro no Brasil há 16 anos e o nosso principal objetivo é incentivar a cultura brasileira e da arte do circo, uma arte milenar que não pode morrer. Para as crianças é sempre algo novo, incentivador; elas procuram aquilo que comumente não veem, como a magia do circo, a alegria somados à destreza, força e ao desafio do novo. E isso é para todo mundo, até para os adultos, que acham tudo superinteressante.”

 

O artista Richard Riguetti, diretor artístico do Grupo Off-Sina, também conhecido como Palhaço Café Pequeno, lembrou que além do Dia Nacional do Circo, a data comemora o Dia Internacional do Teatro. “Nós artistas comemoramos este dia a fim de mostrar para a população que nós temos algo especial, um mundo melhor do que este que se apresenta para nós diariamente. Isto é o que esperamos para todos os brasileiros e brasileiras”, disse.

 

Representante do Fórum do Artista Público, órgão que reúne toda segunda-feira na Lapa, na região central, a fim de mobilizar todos os artistas de rua de diversas linguagens, Richard Riguetti contou que após a promulgação da Lei do Artista de Rua (2012), as pessoas passaram a respeitar mais este tipo de arte. “Estamos organizando um segundo festival, que reunirá artistas de toda a cidade, em um movimento que vai durar quatro meses. As praças, ruas e vielas são espaços em que também podemos construir a nossa poética. Estamos convocando a sociedade para legitimar essa atividade que é muito antiga. Antes de existir o circo e o teatro, os artistas trabalhavam na rua.”