Robô entra pela primeira vez no reator 1 da Central Nuclear de Fukushima

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agência Brasil                                                                                         10/04/15 07h42 

 

 

A operadora da Central Nuclear de Fukushima, no Japão, começou hoje (10) a explorar, com a ajuda de um robô telecomandado, o reator 1, um passo importante para a retirada do combustível do interior.

 

Os técnicos introduziram o aparelho por meio de um tubo e começaram a operá-lo, por controle remoto, para que alcance a parte superior do recipiente de contenção.

 

Se a operação for bem-sucedida, os técnicos da Tokyo Electric Power (Tepco) poderão conseguir, pela primeira vez desde o acidente de 2011, observar o interior do depósito e o estado em que encontra o óxido de urânio fundido no seu interior, o que era impossível até agora devido aos elevados níveis de radiação.

 

O robô tem como missão medir os níveis de radiação e a temperatura no interior, bem como recolher imagens.