Guarujá recebe Escola Móvel de Nanotecnologia do Senai na segunda-feira (29)

25/09/2014

 

A carreta ficará estacionada no calçadão da Praia de Pitangueiras. Alunos de Guarujá poderão aprender conceitos básicos de nanotecnologia e sua aplicação no cotidiano

 

2325unidade_movel_nanotecnologia_senai_IMG_3017 (Large)

 

 

Muitas pessoas já ouviram o termo, mas nem todas compreendem o que é a nanotecnologia e as suas implicações para a vida moderna. Para isso, a Escola Móvel de Nanotecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) tem como objetivo disseminar os conceitos do setor, capacitar profissionais e fornecer informação tecnológica a alunos de todos os níveis de ensino, do fundamental ao superior.

 

A partir da próxima segunda-feira (29) a carreta da Escola ficará estacionada no calçadão da Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, em frente ao número 800, na Praia das Pitangueiras. A unidade fica lá até o dia 24 de outubro. A ação é uma parceria do Senai com as secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Portuário e de Educação. A ideia é popularizar os conhecimentos referentes à nanotecnologia, promover a conscientização para a importância da nanociência, capacitação profissional e difusão de informação tecnológica aos estudantes de Guarujá.

 

A visitação dirigida é voltada aos alunos da rede de ensino de Guarujá. O roteiro é feito em quatro etapas, com turmas de até 12 pessoas e com duração de 15 a 20 minutos. Primeira etapa: introdução a Nanotecnologia (Painel). Segunda parte: aplicações da Nanotecnologia na indústria (Bolhas com exemplos de aplicações). Terceira parte: apresentação dos equipamentos. Quarta etapa: Kit didático de experimentos.

 

A Escola Móvel de Nanotecnologia faz parte de um grupo de 70 Escolas Móveis do Senai-SP das mais diversas áreas da indústria e foi concebida com o intuito de ser uma ferramenta do Programa SESI/Senai de Educação em Nanociência e Nanotecnologia. “Nessas unidades, o visitante pode assistir a demonstrações e experiências de aplicações práticas de nanociência e nanotecnologia”, explica o tecnólogo em mecatrônica e coordenador de unidades móveis do Senai, Dario José Alves.

 

As unidades móveis são salas de aula com design inovador e equipadas com o que há de mais moderno em alta tecnologia como: microscópio eletrônico de varredura, microscópio de força atômica, microscópio óptico analisador de partículas, painéis de expositivos, experiências roteirizadas e telas interativas.

 

“Trata-se de uma plataforma versátil, moderna e inovadora. É um projeto singular no Senai-SP e único no mundo para o ensino, a capacitação, a divulgação e a informação sobre o tema nanotecnologia”, ressalta o coordenador.

 

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Adilson de Jesus, ressalta a importância de contar com a Escola Móvel do Senai em Guarujá. “Estamos sempre atentos às transformações do cenário social, econômico e tecnológico. A inovação está na agenda da Cidade, com seus cursos e treinamentos, focando no desenvolvimento técnico bem como no desenvolvimento do ser humano, tão necessário nos dias de hoje. E essa parceria com o Senai é vital, pois a instituição mais do que qualifica profissionais, forma o cidadãos”, finalizou o secretário.

 

Já a secretária de Educação, Priscilla Bonini, destaca como é fundamental criar oportunidades aos cidadãos da Cidade. “A parceria da Prefeitura com o Senai – que é uma referência no ensino profissionalizante – tem transformado a realidade de Guarujá, nas mais diversas áreas. E esse é o nosso compromisso enquanto educadores e gestores: dar a oportunidade, permitindo o acesso das pessoas no mundo do conhecimento e capacitando-os para o mercado de trabalho, ou seja, formamos o cidadão para o futuro”.

 

Nanotecnologia – É a ciência das coisas muito pequenas e tem sido considerada como a próxima revolução industrial. Muitos governos do mundo todo estão investindo em pesquisa e desenvolvimento. Estima-se que o impacto da nanotecnologia na economia e na vida humana poderá superar o da microeletrônica e o da biotecnologia, além de ser o diferencial entre as nações desenvolvidas e as emergentes nos próximos anos. Hoje, diversos produtos são fabricados com base nos conceitos de nanotecnologia, tais como têxteis, cosméticos, medicamentos, eletrônicos e alimentos, para citar apenas algumas áreas.

 

Fonte: http://portal.guaruja.sp.gov.br/2014/09/guaruja-recebe-escola-movel-de-nanotecnologia-do-senai-na-segunda-feira-29/