O Observatório da Imprensa debate a próxima Conferência do Clima, a (COP-21)

 

Paris deve reunir, em dezembro, cerca de 50 mil pessoas de mais de 95 nações na Conferência do Clima, a (COP-21), que promete alterar o cenário de ações práticas em relação ao meio ambiente no mundo. O empenho de autoridades e ambientalistas é para costurar um acordo de redução da emissão de gases do efeito estufa, diminuindo o aquecimento global e limitando o aumento da temperatura em até 2ºC até 2100. Mas, há muitos obstáculos. A começar pela mídia que ainda não assumiu um papel de protagonismo no assunto.

 

A cobertura continua pontual e, muitas vezes, focada no discurso oficial. Em recente visita aos Estados Unidos, a Presidente Dilma Rousseff anunciou compromissos de mudanças climáticas no país: desmatamento zero em 2030 e a recuperação de 12 milhões de hectares de florestas até lá. O fato teve amplo destaque, mas a imprensa não deu continuidade ao assunto. O Papa Francisco também discursou a favor da Conferência do Clima. O Sumo Pontíficie espera que a reunião em Paris traga mudanças concretas, compartilhadas e orientadas, pelo bem comum, a longo prazo. O Observatório pretende, nesta edição, contribuir para o aperfeiçoamento da imprensa e da discussão de tema que não pode ser relegado ao amanhã.

 

 

Horário(s) do Programa

Quinta, às 23h De quinta para sexta, às 2h30