O Caminhos da Reportagem pergunta: Homofobia: até quando?

 

A intolerância contra os homossexuais, a chamada homofobia, coloca o Brasil em primeiro lugar no ranking mundial dos assassinatos homofóbicos

 

Em 2014, a cada 27 horas, um homossexual morreu no Brasil por causa do preconceito e do ódio, segundo dados do Grupo Gay da Bahia, a mais antiga associação no país de defesa dos direitos humanos dos LGBTs(Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), que representam mais de 10% da população brasileira.

 

Em março deste ano, um engenheiro homossexual foi esfaqueado por um vizinho dentro do prédio onde mora, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Em setembro do ano passado, um incêndio criminoso em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul, impediu a realização de um casamento entre duas mulheresdentro de um Centro de Tradições Gaúchas (CTG).

 

Caminhos da Reportagem percorreu o país de norte a sul e revela que 60% dos brasileiros aceitam a homossexualidade enquanto36% são contrários à prática, que existe desde os primórdios da humanidade, de acordo com antropólogos. O programa também aborda o papel da mídia, que muitas vezes reforça a homofobia com manchetes jocosas, como “Assassino de Bailarino Dança no Recôncavo”, referente à prisão do culpado pela morte de um homossexual na Bahia.

 

Enquanto prosseguem no Congresso Nacional as discussões acaloradas sobre projetos em prol e contrários à causa LGBT, iniciativas da sociedade civil combatem a homofobia no Brasil.

 

Horário(s) do Programa

Quinta, às 22h | De quinta para sexta, às 2h30 | Segunda, Terça, Quinta e Sábado, às 5h30

 

Reportagem: Flávia Peixoto e Tiago Bittencourt
Produção: Tiago Bittencourt e Flávia Peixoto
Imagens: Sigmar Gonçalves e André Pacheco
Auxiliar: Dailton Eduardo de Matos
Edição de texto: Patrícia Araújo
Edição de imagem e finalização: André Eustáquio e Henrique Corrêa
Arte: Pedro Ivo