Bahia e Palmeiras empatam pela Copa do Brasil com destaque para árbitro de vídeo

Bahia e Palmeiras empatam pela Copa do Brasil com destaque para árbitro de vídeo

 

Por Jorge Wamburg

 

O árbitro de vídeo foi o destaque do jogo entre Bahia e Palmeiras, pelas quartas de final da Copa do Brasil, na noite dessa quinta-feira (2), na Arena Fonte Nova, em Salvador.


Depois de marcar pênalti contra o Bahia e expulsar Gregore, autor da falta em Artur, o juiz Ederson Daronco foi alertado pelo rádio de que o lance não deveria ser punido com expulsão e sim com cartão amarelo.


Após seis minutos de paralisação para ver o lance em vídeo na beira do campo, Daronco trocou o cartão aplicado ao jogador do Bahia, mas manteve o pênalti. Bruno Henrique desperdiçou a chance de gol do Palmeiras, mandando a bola no travessão.


Pouco depois, o juiz consultou o árbitro de vídeo mais uma vez e, com base nas imagens de uma cotovelada de Dayverson no zagueiro Mena, do Bahia, expulsou o atacante do palmeirense.


Para isso, levou mais três minutos em consulta ao árbitro de vídeo. No total, as paralisações somaram nove minutos, que foram acrescidos pela arbitragem ao tempo normal de jogo.


A partida terminou com empate de 0 a 0, e os times voltam a se enfrentar no dia 16 deste mês, no estádio do Palmeiras, em São Paulo, para decidir a vaga nas semifinais da Copa do Brasil, com Bahia e Palmeiras jogando por uma vitória simples para se classificar.


Pela Copa Sul-Americana, dois jogos foram realizados também na noite dessa quarta-feira: no Morumbi, o São Paulo foi surpreendido pelo Colón, da Argentina, e acabou derrotado por 1 a 0, na primeira partida da disputa entre as equipes, pela segunda fase do torneio.


As equipes voltam a se enfrentar no dia 16, em Santa Fé, na Argentina, para decidir quem vai enfrentar os colombianos do Junior Barranquilla nas oitavas de final, com os argentinos jogando pelo empate.


No Rio, o Fluminense aproveitou a vantagem de jogar no Maracanã e venceu por 2 a 0 o Defensor, do Uruguai. No jogo de volta, em Montevidéu, no dia 16 deste mês, o Fluminense pode empatar e até perder por 1 a 0 e mesmo assim passar à próxima fase.