Coreia do Norte prepara enviado para negociar encontro com Trump

 

Por Agência Brasil* Brasília

Um enviado do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, deve ir aos Estados Unidos nos próximos dias para discutir os termos para a realização da segunda cúpula entre o norte-coreano e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. O designado para a missão é o vice-presidente do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, Kim Yong Chol. Ele seguiu para Pequim, na China, para definir detalhes da conversa que terá nos Estados Unidos.

Kim Yong Chol foi encarregado de manter conversas de alto nível com integrantes do governo norte-americano, inclusive o Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo.

Presidente dos EUA, Donald Trump, aperta a mão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un - REUTERS/Jonathan Ernst
Trump aperta a mão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, na primeira cúpula, ocorrida em junho de 2017 REUTERS/Jonathan Ernst

No ano passado, às vésperas do encontro entre Trump e Jong Un, o vice-presidente norte-coreano foi aos Estados Unidos. Ele que entregou uma carta do líder norte-coreano ao presidente dos Estados Unidos.

Em discussão o desafio de reduzir as diferenças entre as Coreias do Norte e Sul, além de adotar medidas para a desnuclearização da Península Coreana. A Coreia do Norte também quer negociar um tratado de paz para terminar oficialmente a Guerra da Coreia e ter seu sistema político garantido.

Os Estados Unidos têm pedido a Pyongyang que tome medidas mais específicas para desestruturar seu programa nuclear, enquanto a Coreia do Norte reivindica o fim das sanções impostas ao país.

*Com informações da NHK, emissora pública de televisão do Japão.

Edição: Renata Giraldi e Talita Cavalcante