Bertioga comemora 28 anos de emancipação no domingo (19)

A Cidade mais jovem da Baixada Santista comemora aniversário com desfile cívico e show da cantora Elba Ramalho

 

Por Prefeitura Municipal de Bertioga

Mais de 90% do território preservado; mais de 30 quilômetros de belas praias; grande potencial de biodiversidade; Forte São João, o mais antigo do Brasil; a Aldeia Indígena Rio Silveira, com o povo Guarani; usina de Itatinga; e a primeira colônia de Férias, o Sesc Bertioga. São muitos os atrativos do mais jovem município da Baixada Santista, que completa 28 anos de emancipação político-administrativa no próximo domingo, 19 de maio.

HISTÓRIA

Apesar de ser considerada a caçula, a história da Cidade remonta ao século XVI, período da colonização portuguesa. Aqui estiveram São José de Anchieta, Manoel da Nóbrega, Martim Afonso de Sousa e Hans Staden. A cultura caiçara também é um forte componente do Município, que existiu por muitas décadas como uma vila de pescadores e distrito de Santos.

O turismo se intensificou a partir da construção das rodovias Mogi-Bertioga e Rio-Santos, na década de 80. A partir daí, havia necessidade de estrutura adequada para suportar o crescimento populacional, que veio por diversos incentivos, como a Riviera de São Lourenço, o maior projeto de desenvolvimento urbano do litoral de São Paulo.

A emancipação político-administrativa foi um movimento natural que surgiu com um grupo de moradores. Eles permaneceram engajados neste objetivo por muitos anos, até o plebiscito de 19 de maio de 1991, quando a população votou pela autonomia.

Bertioga, que ostenta há anos o selo de Município Verde Azul, é um presente para os amantes da natureza, com rios, cachoeiras, manguezais e a Serra do Mar. Ele conta com a única praia preservada da região, a de Itaguaré. É um berçário natural para a vida marinha e a cultura caiçara.

DE OLHO NO FUTURO

Segundo dados do IBGE de 2018, são mais de 61 mil habitantes. Bertioga é uma das cidades que mais crescem no País, com forte atividade da construção civil, comércio, rede hoteleira e boa gastronomia. Apesar de tantas mudanças, a Cidade mantém a cultura caiçara, celebrada em eventos como a Festa da Tainha (entre junho e julho) e a Festa do Camarão na Moranga (entre agosto e setembro).

PLANO DIRETOR – Para enfrentar os desafios atuais, o Município mantém o foco no futuro, com ações importantes, como a revisão do Plano Diretor, que deve ser concluído e aprovado no segundo semestre de 2019, garantindo atuações de preservação ambiental e sustentabilidade.

REGULARIZAÇÃO – A Cidade também busca equacionar o déficit habitacional, promovendo a regularização fundiária. Em 2018, foram entregues centenas de títulos de regularização fundiária em diferentes bairros.

OBRAS E INFRAESTRUTURA – Em matéria de infraestrutura, entre os anos de 2017 e 2019, a Cidade investiu mais de R$ 17 milhões em obras de infraestrutura.

Atualmente, estão em andamento obras de drenagem e pavimentação nos bairros Vista Linda (Marginal Norte, e segundo trecho da Av. Eng. Arq. Eduardo Correa da Costa Junior, ) Indaiá (ruas Sebastião Barbosa e Dr. José Costa e Silva Sobrinho) Jardim Rafael (rua Augusto Ribeiro Pacheco) e Jardim Veleiros; além da reurbanização da orla no bairro Rio da Praia; e a requalificação viária no bairro Vista Linda, nas ruas Mariana Amberger, Aprovada 149 e João Bechara Maxta.

A administração também está ampliando investimentos em saneamento básico. Estão sendo investidos cerca de R$ 15 milhões nos bairros Rio da Praia, Jardim das Canções e Mangue Seco.

Além de todos os trabalhos em execução, a Prefeitura possui ainda mais de 30 projetos em análise aguardando licitação em diversos cantos da Cidade.

SAÚDE – Na área da Saúde, desde o início do mês de maio, Hospital, Pronto Atendimento, Serviço de Apoio de Diagnóstico e Terapêutico (SADT) e o SAMU municipais estão sob gestão de uma nova Organização Social de Saúde (OSS), o Instituto Nacional de Amparo à Pesquisa, Tecnologia e Inovação na Gestão Pública. A expectativa é que a mudança traga mais agilidade no atendimento à população. Atualmente, esses serviços realizam cerca de 12 mil atendimentos por mês. A OS deve investir em capacitação e qualificação dos funcionários, melhorando qualidade da assistência. Além disso, com a gestão sob responsabilidade da Organização Social, será mais rápida a aquisição de medicamentos e outros materiais necessários ao atendimento.

EDUCAÇÃO – Na Educação, os professores passam constantemente por formações e, já na primeira semana de aula do ano letivo de 2019, os estudantes receberam uniformes e material escolar. Em parceria com a Diretoria de Esporte, os alunos da EM Hilda Strenger Ribeiro, Emeif Boracéia e 25 crianças do Nace (Núcleo de Apoio à Criança Especial) participam de aulas de natação. É o projeto “Braçadas pela Vida”, que no início de maio teve expansão das atividades também para a piscina do Paço Municipal.

TURISMO – No Turismo, grande avanço para o ecoturismo. Mais de 12 trilhas ecológicas do Parque Estadual da Restinga de Bertioga (PERB) já estão oficialmente abertas à visitação monitorada. Um avanço muito importante para a Cidade, que agora caminha para se tornar um dos principais destinos de ecoturismo do Estado. A conquista é fruto de parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, e a Fundação Florestal.

Numa primeira fase, entrarão em operação as seguintes trilhas: Guaratuba, Torre 47, Itatinga, Vale Verde, Casa de Pedra do Rio Itapanhaú, Véu da Noiva, Família Pinto, Garganta do Gigante, Itaguaré, Ribeirão dos Monos e Morro do Itaguá (Aeromoças).

Os trajetos serão acompanhados pela Associação Bertioguense de Ecoturismo (Abeco) e pela Associação de Monitores Locais (Amolb). As entidades assinaram o termo de autorização de uso, após participarem de chamamento público e cumprirem os requisitos exigidos pela Fundação Florestal para exploração das trilhas.

CULTURA – Na área da Cultura, o Forte São João, maior cartão postal e símbolo de Bertioga poderá, em breve, se tornar patrimônio da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). O monumento é tombado como Patrimônio Nacional há algumas décadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), e está na lista indicativa do “Conjunto de Fortificações Brasileiras” para Patrimônio Mundial da Unesco. “Bertioga, Cidade Natal”, programação natalina em dezembro; e o “Verão é mais Cultura”, com atrações de artistas locais, são marcas importantes criadas para fomentar a cultura e o turismo na temporada de verão.

INFORMAÇÕES GERAIS

Com 482 quilômetros quadrados de extensão territorial (20,3% do total da Baixada Santista), Bertioga é, geograficamente, a segunda maior cidade da região. Localiza-se na linha periférica da Baixada Santista, ao longo do Oceano Atlântico e do Canal de Bertioga, fazendo divisa com os municípios de Santos, Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Salesópolis, Guarujá e São Sebastião.

O acesso é feito pelas rodovias Rio-Santos (BR 101) e Mogi-Bertioga (SP-98) ou pelo ferry boat, que também permite a ligação com Guarujá. Faz parte da Região Metropolitana da Baixada Santista.

O nome Bertioga é uma variação da palavra buriquioca, que no tupi-guarani significa morada dos macacos grandes. Buriqui é um tipo de macaco muito presente na região, tido como o maior das Américas.

PROGRAMAÇÃO DE ANIVERSÁRIO

SHOW ELBA RAMALHO

A comemoração conta com show da cantora Elba Ramalho, na véspera do aniversário, 18 de maio, às 21 horas, na Tenda de Eventos, Centro de Bertioga. A apresentação é uma parceria da Prefeitura e do Sesc Bertioga.

Nascida em 1941, Elba Ramalho é uma das vocalistas mais bem sucedidas e populares a emergir do nordeste do Brasil. Seu primeiro disco solo, Ave de Prata de 1979, foi lançado com grande sucesso e, quase da noite para o dia, Elba Ramalho se tornou uma estrela. Canta não apenas os estilos tradicionais brasileiros, mas ao longo de sua carreira se encaixa mais confortavelmente no rock, funk, salsa e música caribenha. Entre os grandes sucessos, está “Anunciação”, “Frevo Mulher” e “Ai Que Saudade D’ocê”.

DESFILE CÍVICO-MILITAR

Domingo, dia 19, acontece o Desfile Cívico-Militar da Cidade, com participação de alunos da rede pública de ensino, além de representantes de diversas entidades. O evento começa às 9 horas, na Avenida 19 de Maio, no bairro Albatroz. Um pouco antes, às 8 horas, haverá cerimônia na Praça dos Emancipadores, com hasteamento de bandeiras e execução dos hinos Nacional e de Bertioga.

ENCENAÇÃO DA FUNDAÇÃO DE BERTIOGA

No dia 31, às 20 horas, a Tenda de Eventos será palco da Encenação da Fundação de Bertioga 2019. O espetáculo “Bertioga – A História que conhecemos” é um dos pontos altos da programação em comemoração ao aniversário da Cidade. Com entrada gratuita, o evento é uma realização da Prefeitura, com apoio do Sesc.

Sucesso de público em 2018, a segunda edição da encenação ganhou nova roupagem e promete surpreender os expectadores. Roteiro, figurinos, cenário, sonoplastia e iluminação foram repaginados, deixando o espetáculo ainda mais dinâmico e envolvente.

Na peça, a história de Bertioga é contada de forma irreverente por uma trupe de atores, com enredo recheado de personagens históricos como Martim Afonso de Souza, Hans Staden, João Ramalho e personalidades conhecidas da cidade.

O espetáculo apresenta com muito humor uma perspectiva questionadora da História, que coloca homens brancos europeus como heróis e os povos nativos como inimigos que tentaram impedir os colonizadores de alcançarem seus objetivos expansionistas.

O texto é de Luisa Helene que, além de assinar a produção e direção, também atua no espetáculo. O elenco é formado ainda por Robson Alexandre e os integrantes do grupo “Alma de Maré”, Adriana Simões, Deise Miranda, James Brown e Roseane Luppi. Todos são artistas locais.

O coletivo contará com reforço do cenógrafo Paulo Farah e de Luciano Draetta, diretor artístico do “Circo Navegador”. A trilha sonora e direção musical são de Roseane Luppi.

EXPOSIÇÃO “BERTIOGA: DO CARVÃO À PINTURA DIGITAL”

O Forte São João recebe de 10 a 31 de maio, a exposição “Bertioga: do carvão à pintura digital”, do artista bertioguense Cláudio Martins, que também é guarda municipal há 25 anos. A mostra comemorativa reúne cerca de vinte quadros que retratam pessoas, cenas do cotidiano, pontos turísticos e paisagens da Cidade.

As obras apresentam várias técnicas artísticas, como carvão, pastel, acrílico e pintura digital. A exposição segue aberta a visitação até dia 31 de maio, de quarta a domingo, das 9 às 18 horas. O Forte São João fica na Avenida Vicente de Carvalho, s/n, no Centro.

 

Foto: Site da Prefeitura de Bertioga