Sabesp investe quase R$ 20 milhões para garantir segurança hídrica em Vicente de Carvalho

É a primeira grande intervenção após a contratualização do Município com a empresa; obra começa hoje, segunda-feira (23), na Avenida Thiago Ferreira, e será realizada em seis etapas, para minimizar transtornos

 

Por Prefeitura Municipal de Guarujá 

Começa hoje (23) a primeira grande obra da Sabesp após a assinatura do contrato da empresa com o Município de Guarujá, realizada há poucos meses. Serão investidos R$ 19,9 milhões no reforço e ampliação do sistema de abastecimento de água tratada na Cidade. As obras serão iniciadas na Avenida Thiago Ferreira – onde já estão em execução o refazimento das calçadas e troca de guias e sarjetas – e serão realizadas em seis etapas, com conclusão prevista até o final de novembro.

Com isso, a médio prazo, estará garantido o volume e pressão de água potável em toda a região do Distrito, inclusive na temporada de verão, quando a população flutuante da Cidade chega a mais de dois milhões de pessoas. Os primeiros efeitos, ainda tímidos, devem ser sentidos já no verão de 2020.

Serão instalados 21,5 km de novas tubulações, entre redes de distribuição e adutoras, além de infraestruturas, como válvulas, macromedidores e pontos de monitoramento de pressão. Nesta primeira etapa, serão pouco mais de dois meses de obras ao longo de 1,2 quilômetros da Avenida Thiago Ferreira, ao custo de R$ 1,2 milhão.

Seis etapas
Com o objetivo de minimizar transtornos, o cronograma definindo pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras (Seinfra) prevê que as intervenções serão realizadas em seis etapas, com início no trecho entre as ruas Rio Grande do Sul e Padre Anchieta.

O segundo trecho será entre as ruas Padre Anchieta e Agenor de Assis; o terceiro, entre as ruas Agenor de Assis e Arthur Bernardes; o quarto, entre as ruas Arthur Bernardes e Pará; o quinto, entre as ruas Pará e Francisco Alves; o sexto e último, entre as ruas Francisco Alves e Mato Grosso.

“Estamos nos mobilizando para, em parceria com a Sabesp, fazer toda a ação preventiva no sentido de informar a população e sinalizar os locais impactados pelas intervenções. A municipalidade também está programando os desvios necessários no tráfego de veículos e linhas de ônibus”, destaca o titular da Seinfra.

O secretário explica que as obras em Vicente de Carvalho são só a primeira fase da empreitada da Sabesp, que seguirá em execução ao longo de 2020. Para se ter uma ideia, já estão previstas intervenções no Centro de Guarujá, também, com investimentos da ordem de R$ 34,9 milhões para a implantação de mais 37,7 km de tubulações.

Fim dos picos de desabastecimento
Ao todo, o contrato da Sabesp com o Município de Guarujá prevê cerca de R$ 780 milhões em investimentos em obras de saneamento, como os R$ 80 milhões do novo reservatório da Cava da Pedreira. Esse conjunto de intervenções é que garantirá a segurança hídrica não só em Vicente de Carvalho, mas em todas as regiões de Guarujá.

Obra municipal vai seguir paralela à da Sabesp

As obras da Sabesp acontecerão paralelamente às obras da Prefeitura de Guarujá, que já estão transcorrendo na Avenida Thiago Ferreira desde o último mês de agosto.

Com investimentos de mais de R$ 3 milhões, a via, que é o principal corredor comercial de Guarujá, ganhará melhor fluidez no tráfego local, com acessibilidade, sinalização e iluminação reformuladas. A revitalização envolve o trecho da Estação das Barcas à Rua Guilherme Guinle.

Estão sendo realizados a troca de guias e sarjetas e o refazimento das calçadas em concreto polido com juntas de dilatação; além da implantação de sinalização tátil de solo. O projeto total da Prefeitura prevê a execução de serviços de remoção e reposicionamento de postes, estacionamentos, reforma de calçadas, rampas de acessibilidade, sinalização vertical e horizontal e paisagismo.

Também serão realizadas melhorias nas instalações elétrica dos camelódromos da Praça 14 Bis e da Estação das Barcas, além da implantação de equipamentos urbanos como bancos, lixeiras e bicicletários. A obra é executada pela empresa Fortnort, sob supervisão da Seinfra, com conclusão prevista em dezembro deste ano.

Conforme o secretário municipal de Planejamento e Gestão, mesmo durante a realização das duas obras, será possível o trânsito de pedestres nas calçadas e o de veículos no leito carroçável, em uma faixa de rolamento. “Temos certeza de que tanto a população quanto os comerciantes da Thiago Ferreira compreendem que os transtornos serão passageiros, porém, os benefícios serão para sempre”, finaliza.

 

Foto: Site da Prefeitura de Guarujá