Em Praia Grande - Guarda Civil atua na fiscalização de pipas com cerol

Equipes orientam sobre os riscos do uso desse tipo de material

 

Por Prefeitura Municipal de Praia Grande

Uma mistura que pode ser fatal: Pó de vidro e cola. O cerol pode acabar não apenas com a brincadeira mas também com a vida das pessoas. Com o objetivo de orientar quem empina pipa, também conhecido como papagaio, e diminuir os riscos de acidentes e até mortes, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande realiza fiscalizações e trabalhos de orientação sobre o perigo da linha de pipa com cerol.

Para fazer cumprir o que determina uma lei municipal, a Guarda Civil Municipal (GCM) de Praia Grande intensifica a fiscalização do uso e comercialização de linhas de pipa com cerol, principalmente durante os meses de férias escolares.

A fiscalização é feita principalmente pelas equipes que realizam o patrulhamento pelas areias da praia, e de moto, que atua mais nas margens da Via Expressa Sul, por onde passam muitos motociclistas. 

Para o comandante da Guarda Civil Municipal, Edvaldo Pereira dos Santos, a prevenção é o principal objetivo desse tipo de trabalho, mas havendo necessidade as equipes apreendem o material. “As equipes buscam sempre conversar com as crianças ou até mesmo com os pais, orientando sobre os riscos do cerol. É preciso que as pessoas entendam como essa prática é perigosa e pode acabar com a alegria de muita gente”.

No Município, a lei que proíbe a utilização e comercialização de linhas com cerol é a 188/98, que prevê a apreensão do material e a aplicação de multa. Já o estabelecimento que for flagrado comercializando o produto está sujeito à cassação da licença de funcionamento, com lavratura de termo de fechamento administrativo, sem prejuízo das demais penalidades previstas em lei.

A corporação conta ainda com a ajuda da população, que pode fazer denúncias através do telefone 199.

 

Foto: Site da Prefeitura de Praia Grande