Prefeitura realiza diversas ações em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a Aids

Atividades já começam neste domingo (1º) e prosseguem ao longo do mês; Cidade recebeu cerca de 30 mil preservativos para a campanha

 

Por Prefeitura Municipal de Guarujá 

Com o objetivo de reforçar a importância da prevenção à Aids, a Prefeitura de Guarujá inicia neste domingo (1º), as atividades dentro do movimento Dezembro Vermelho. Serão várias ações até o final do mês, nas unidades de saúde e em diversos pontos da Cidade, para incentivar o diagnóstico precoce com relação à doença.

Além disso, também a partir deste domingo, Guarujá entra na Campanha “Fique Sabendo” (do Governo do Estado), cuja programação termina no próximo dia 7. Para a campanha, Guarujá recebeu cerca de 30 mil preservativos.

Todas as atividades ocorrem em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado neste 1º de dezembro. A realização é da Secretaria de Saúde, por meio do Centro de Testagem, Aconselhamento, Prevenção e Tratamento (CTAPT), da Unidade Complexa Willian Rocha (Jardim Boa Esperança).

A abertura oficial do Dezembro Vermelho acontece neste domingo, a partir das 7h30, na Praça Horácio Lafer, durante a Corrida e Caminhada pela Vida, na Enseada. No local haverá teste rápido, orientações, entre outras ações.

Segundo a coordenadora do Programa de Infeções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), quem se contamina com HIV pode levar até 10 anos para desenvolver a Aids. “Muitas pessoas estão transmitindo a doença, mas não sabem que tem. No momento, os homens jovens são o público com maior incidência da doença. Por isso, a importância da testagem, que é um método gratuito e sigiloso”, frisou.

Durante o ano, todas as unidades da rede municipal de saúde de Guarujá oferecem a testagem à população, com ações intensificadas em dezembro. Os casos positivos serão encaminhados à Unidade Complexa, que possui atendimento referência de infectologia na Cidade. O diagnóstico precoce e o tratamento aumentam, consideravelmente, a qualidade e o tempo de vida dessas pessoas e diminuem o risco de transmissão do vírus.

 

Casos de Aids e HIV+ na Cidade

Conforme levantamento da Secretaria de Saúde de Guarujá, de janeiro a outubro deste ano foram diagnosticados na Cidade 32 casos de Aids e 49 soropositivos (HIV+). Em igual período do ano passado foram 41 casos de Aids e 56 soropositivos. Deste modo, Guarujá reduziu em 22% os casos de AIDS, e 12,5% nos casos de HIV+ no período analisado.

No momento, a faixa etária de maior incidência na Cidade para o HIV+ é a entre 20 e 39 anos. Em 2018 foram diagnosticados 33 casos, e em 2019 foram 35, no período de janeiro a outubro, comparando ano sobre ano.

Quanto aos casos de AIDS mantiveram-se na faixa etária de 30 a 49 anos, de janeiro a outubro de 2019, sobre mesmo período de 2018 também com redução: de 24 casos em 2018, para 18 casos em 2019. Em todo o ano de 2018 foram diagnosticados 47 casos de AIDS e 70 soropositivos (HIV+). Em 2019, de janeiro a outubro são: 32 casos de AIDS e 49 de HIV+.

Serviço – O CTAPT funciona Rua Hélio Ferreira, 369, no Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho, em conjunto com a Unidade Complexa Willian Rocha, que presta assistência aos portadores da doença. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas. Mais informações: 3342-4497/ 3386-2855 e 3352-2666.

 

PROGRAMAÇÃO PARCIAL DEZEMBRO VERMELHO

 1º/12 – Domingo – das 7h30 às 15 horas

Abertura Oficial do “Dezembro Vermelho”, durante a Corrida e Caminhada Pela Vida, uma parceria entre Sesau e Pró-Vida. Haverá teste rápido, distribuição de brindes, entre outras atrações

Local: Praça Horácio Lafer, na Enseada.

 

02/11 – Segunda – a partir das 13 horas

CTAPT Itinerante – ação em parceria com o Consultório na Rua

Local: Praça da Saudade, em frente ao Cemitério da Vila Júlia

 

03/11 – Terça

CTAPT Itinerante (parceria com Centro de Atendimento Psicossocial II – CAPS II)

Local: Rua Buenos Aires, 194 Vila Maia

Orientações, testagem e Prevenção – das 9 às 14 horas

Local: UBS Pae Cará (Av. São João, 155)

 

04/11 – Quarta

CTAPT Itinerante (parceria com CAPSIII)

Local: Rua Adriano Dias, 692 – Jardim Boa Esperança

Orientações, testagem e Prevenção – das 9 às 14 horas

Local: UBS Vila Alice (Rua Rio Grande do Sul, s/n)

 

5/11 – Quinta

CTAPT itinerante (parceria com CAPSi)

Local: Rua Carlos Nering, 640, no Jardim Helena Maria

Orientações, testagem e Prevenção – das 9 às 14 horas

Local: UBS Morrinhos (Praça do Comércio, s/n)

 

6/11 – Sexta

CTAPT Itinerante (parceria com o CAPSad)

Local: Rua Josefa Hermínia Caldas 470, no Jardim Progresso

Orientações, testagem e Prevenção – das 9 às 14 horas

Local: UBS Vila Baiana (Rua Vereador Orlando Falcão, 172)

 

7/12 (sábado) – das 10 às 15 horas

Encerramento da Campanha Fique Sabendo, com teste rápido, distribuição de preservativos

Local: Praça 14 Bis, em Vicente de Carvalho

 

Teste de HIV, orientação e entrega de preservativos

Local: Ação no Campo do Sítio Conceiçãozinha – das 9 às 17 horas

  

Aids e HIV+ na Cidade

Conforme levantamento da Secretaria de Saúde de Guarujá de janeiro a outubro deste ano foram diagnosticados na Cidade: 32 casos de AIDS e 49 soropositivos (HIV+). Em igual período do ano passado foram: 41 casos de AIDS e 56 soropositivos. Deste modo, Guarujá reduziu em 22% os casos de AIDS, e 12,5% nos casos de HIV+ no período analisado.

No momento, a faixa etária de maior incidência na Cidade para o HIV+ é a entre 20 e 39 anos. Em 2018 foram diagnosticados 33 casos, e em 2019 foram 35, no período de janeiro a outubro, comparando ano sobre ano.

Quanto aos casos de AIDS mantiveram-se na faixa etária de 30 a 49 anos, de janeiro a outubro de 2019, sobre mesmo período de 2018 também com redução: de 24 casos em 2018, para 18 casos em 2019. Em todo o ano de 2018 foram diagnosticados 47 casos de AIDS e 70 soropositivos (HIV+). Em 2019, de janeiro a outubro são: 32 casos de AIDS e 49 de HIV+.

 

Foto: Site da Prefeitura de Guarujá