Cubatão - Comunidade da Vila São José conhece projeto de melhorias na macro e microdrenagem e ciclovia da Vila Nova

Moradores da Vila São José, bairro que sofre com alagamentos nos períodos de muito chuva, tiveram a oportunidade de conhecer mais profundamente o projeto macro e microdrenagem contra enchentes e as obras de ciclovia e infraestrutura da Vila Nova. A conversa aconteceu na noite desta segunda-feira (13) na UME João Ramalho e contou com a presença do prefeito Ademário, secretários e outra autoridades.

As obras impactarão positivamente toda a comunidade da Vila São José. O investimento, de quase R$ 5 milhões, prevê obras de infraestrutura como melhorias no sistema de bombeamento da água da chuva, o que deve acabar com as enchentes na Vila Nova e na Vila São José durante períodos de chuva e maré alta. A começar pelas obras de macro e microdrenagem: a comporta da Vila São José será substituída por um equipamento com acionamento mecânico e será instalada uma estação de recalque. “Haverá um sistema de bombeamento da água da chuva que será direcionada do canal para o rio. Se o volume de água aumentar, a comporta é fechada e a bomba faz o refluxo”, explicou o prefeito Ademário.

Outro importante avanço será a instalação de tubulações de interligação nas mediações das Ruas Dom Idílio José Soares (Rua 6)  e Rua João Pessoa (Rua 7), conectando a galeria antiga já existente ao canal da Av. Nossa Senhora da Lapa. Com isso, a água pluvial será rapidamente escoada. Atualmente, quando há grande volume de chuva, as águas não encontram  pontos de drenagem nesse local, causando alagamentos em vários trechos da Av. Nações Unidas. O projeto também prevê a limpeza e hidrojateamento do canal da Avenida Nossa Senhora da Lapa e seus periféricos, intensificação da limpeza das bocas de lobo em todo o bairro.

Mobilidade urbana e um bairro diferente – O projeto também visa à reurbanização da Av. Nossa Senhora da Lapa, uma das principais vias do bairro, com a construção de ciclovia, ciclofaixa e pista de caminhada com 2,5 km de extensão. O início será na Av. Nove de Abril (próximo à Escola Municipal João Ramalho) seguindo até a Av. Henry Borden por meio da Rua 13 de Maio, criando uma nova opção de mobilidade aos moradores da Vila Nova. Fora isto, ao longo da ciclovia, serão criados espaços de lazer como pista de caminhada, praça de lazer próximo à Escola João Ramalho, melhorias de infraestrutura como repavimentação da Avenida, conserto das calçadas, plantio de árvores apropriadas para a área urbana em toda sua extensão, reforma das Praças do Crevin e da Duque de Caxias (na esquina com a Rua Dom Pedro I), além de construção de uma rotatória próximo à Vila São José.

Fotos: Thiego Barbosa