Passarela do Samba em Santos abre nesta sexta. Confira a organização

Passarela do samba com arquibancadas

 

Por Prefeitura Municipal de Santos

 

Após meses de expectativa e preparativos, chegou a hora de viver as emoções do Desfile Oficial das Escola de Samba do Santos Carnaval 2020. Nesta sexta-feira (14), a partir das 18h30, a Passarela do Samba Dráuzio da Cruz, na Zona Noroeste, será oficialmente aberta para os desfiles das 17 agremiações que participam do carnaval santista, que ocorrem na sexta (14) e no sábado (15).

Contando com as presenças da corte carnavalesca, representantes das escolas de samba e autoridades municipais, durante o evento, personalidades que colaboraram com o desenvolvimento do samba na Cidade serão homenageadas, recebendo os títulos de lorde e lady do samba santista.

Após a passagem da corte carnavalesca e das homenagens, às 20h, entra na passarela a grande novidade desta edição do carnaval: Xande de Pilares. O cantor e sua banda vão atravessar os 400 metros da passarela do samba, em cima de um trio elétrico, para que o público possa conferir o talento do artista que já tem quase 30 anos de carreira. Todos os setores da arquibancada terão visão do show. O público ainda poderá conferir a apresentação em três telões.

Cerca de 10 mil pessoas são esperadas na Passarela do Samba Dráuzio da Cruz em cada um dos dois dias de desfiles das escolas de samba. Os portões serão abertos a partir das 18h,nas duas noites.

Nesta quarta (12), equipes trabalhavam nos últimos detalhes estruturais e técnicos do evento. A secretária adjunta de Cultura, Raquel Pellegrini, esteve no local para conferir o andamento das atividades. “Hoje estamos nos últimos preparativos, fazendo todos os testes de iluminação, de som e ajustes técnicos. Este ano, teremos um diferencial, vamos fazer transmissão ao vivo dos desfiles em telões posicionados na passarela e a população poderá se divertir com segurança”.  

Ao todo, serão sete arquibancadas - posicionadas nos dois lados da passarela - para acomodar o público durante os desfiles de 17 agremiações. A segurança, a cargo da Polícia Militar, terá reforço de 100 guardas civis municipais por noite. A GCM disponibilizará ainda seis viaturas, duas motos e um drone para reforço da segurança.

O trânsito e transporte também terão esquema especial.

O local do evento contará com 10 lanchonetes administradas por entidades assistenciais cadastradas no Fundo Social de Solidariedade. Participarão da festa a ONG Sem Fronteiras, Casa da Vó Benedita, Albergue Noturno, Associação Filantrópica Católica Ortodoxa Creche São Jorge, Instituição de Assistência à Criança Professora Edna Souza, Associação Educacional, Cultural, Esportiva e Recreativa Projeto Tia Egle, Cruzada das Senhoras Católicas, Cactos - Centro de Apoio e Recuperação de Dependentes de Drogas, Nurex e Associação Expressão de Vida.

RECOMENDAÇÕES

No verso do ingresso, estão especificados os itens de acesso proibidos no sambódromo: recipientes de vidro, garrafas plásticas e latas de qualquer natureza e tamanho; coolers, isopores e caixas térmicas; guarda-chuvas grandes com ponta; presilhas de metal para cabelo; substâncias tóxicas e fogos de artifício ou artefatos.

Não será permitida, ainda, a entrada de pessoas com papel em rolo de qualquer espécie, jornais e revistas; balões em geral; capacetes; armas de fogo e branca de qualquer tipo e espécie, além de materiais ou objetos que possam causar ferimentos.

SAÚDE

A Secretaria de Saúde disponibilizará sete ambulâncias e 23 profissionais entre técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos. Haverá posto médico instalado no local.

Na manhã desta quarta-feira (12), 21 agentes de controle de endemias da Secretaria Municipal de Saúde vistoriaram o sambódromo e o entorno para localizar e eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana.

Além da passarela Dráuzio da Cruz, os agentes vistoriaram todo o Centro Cultural da Zona Noroeste, as escolas municipais Padre Leonardo Nunes, Anízio Bento e Samuel Augusto Leão de Moura; um supermercado e dois edifícios residenciais (um no lado Castelo e outro no lado Areia Branca). Foram eliminados três focos com larvas, além da aplicação de larvicida em potenciais criadouros.

Uma nova ação está programada para esta sexta (14), às 9h, com a estreia do uso de um drone pela equipe da Saúde, para visualizar as áreas em que o agente de endemias não têm acesso.

“O trabalho dos agentes no local ainda continua após os desfiles. Na segunda-feira (17), a equipe retorna para a vistoria pós-Carnaval, para eliminar eventuais situações criadas durante a folia e que possam favorecer a proliferação do Aedes aegypti”, enfatiza Ana Paula Valeiras, chefe do Departamento de Vigilância em Saúde.

Confira a ordem dos desfiles

  • A primeira noite: Bandeirantes do Saboó, Império da Vila, Imperatriz Alvinegra, Unidos da Zona Noroeste, pelo grupo 1. Na sequência, Sangue Jovem, Padre Paulo e Brasil, pelo grupo de acesso. A Unidos da Baixada, que participaria como convidade, alegou nesta quinta-feira (13) não ter condições de participar.
  • No dia 15 de fevereiro, desfilam Dragões do Castelo (convidada) e Mãos Entrelaçadas, Real Mocidade, Unidos dos Morros, União Imperial, Amazonense, Mocidade Dependente, X9 e Vila Mathias, pelo grupo especial.

A apuração das campeãs do carnaval será na terça-feira (18), a partir das 12h, no Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias).

 

Foto: Marcelo Martins