A FPC FEDERAÇÃO PAULISTA DE CAPOEIRA PROMOVE CURSO PARA FORMAÇÃO DE ÁRBITROS(as) MESÁRIOS(as) EM CUBATÃO NO PROXIMO DIA 29/02/2020

Por FPC - FEDERAÇÃO PAULISTA DE CAPOEIRA 

 

Uma parceria entre o Departamento de Arbitragem da Federação Paulista de Capoeira e as Diretorias da Entidade dos Municípios da Baixada Santista, realizará Curso para Formação de novos(as) Árbitros(as) Mesários(as) de Capoeira dias 29/02 e 01/03 do corrente ano, no Ceu das Artes em Cubatão em horário integral das 08h00 às 17h00.

O Curso prático/teórico com duração de 16 hs, tem como objetivo a formação de profissionais e a ampliação do Corpo de Arbitragem da Entidade para atender as demandas da Capoeira Esporte/Competição no Estado de São Paulo. Constam da programação: a) Apresentação do Regulamento Oficial de Capoeira aprovado em Congresso Estadual pela comunidade; b) Elaboração de Chaves; c) Preenchimento de Súmulas; d) Palestra com o tema: CAPOEIRA QUE TE QUERO... OLÍMPICA; e) Vivência prática da Capoeira enquanto Arte Marcial, voltadas para os movimentos de contato e desequilibrantes.

A Capoeira é uma manifestação cultural intimamente ligada a história social, cultural e política do povo brasileiro, reconhecida como patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, além de Instrumento de Educação, Inclusão Social e Cidadania tem seu reconhecimento reafirmado como Desporto de Criação Nacional pelo Ministério do Esporte, (Diário Oficial da União de 05/05/2016, Conselho Nacional do Esporte, Resolução nº 44, de 16 de Fevereiro de 2016, O Estado de São Paulo por meio da Lei 10.344 de 16 de Julho de 1999 está entre os Estados que reconhecem a modalidade também como Arte Marcial Brasileira, inclusive é uma das modalidades dos Jogos Regionais e Abertos do Interior.

Para Mestre Valdenor presidente da entidade, mais de 50 nos de experiência na Capoeira, Mestre em Educação pela USP, escritor que está lançando seu 3º livro “A Roda de Capoeira e seus ecos ancestrais e contemporâneos”, tricampeão brasileiro, técnico de mais de uma centena de campeões brasileiros e internacionais, a Baixada Santista tem um enorme potencial capoeiristico, não só quantitativo mas qualitativo, congrega uma grande quantidade de profissionais que atuam com a Capoeira em suas várias formas de apresentação, inclusive a desportiva.

Prossegue Mestre Valdenor: Entre os objetivos da Federação Paulista de Capoeira para o ano de 2020, está a busca da sensibilização das autoridades do Esporte, da Cultura e da Educação no sentido da criação de concursos públicos que criem novas oportunidades aos (às) profissionais atuantes. Outro objetivo, porém, não menos importante é o cumprimento da LDB Lei das Diretrizes Básicas da Educação Nacional no seu art. 26 A, Lei Federal 10.639/03, “Que trata das Culturas Africanas e Afro-brasileiras nas Escolas” iniciativa que atende ainda a Lei Federal: 12.288/10 (Estatuto da Igualdade Racial). Alguns estabelecimentos de Ensino ainda não estão cumprindo de maneira concreta a LDB o que tem excluído a possibilidade do Profissional de Capoeira atuar na Escola, seja curricular seja extra-curricular, (contra-turno), dependendo da formação deste profissional.

O Depto de Educação da Federação Paulista de Capoeira, com uma equipe eclética reunindo Mestres da Cultura Popular e Mestres e Doutores acadêmicos, vem atuando na formação de Profissionais de Capoeira e Profissionais da Educação, do Ensino Infantil, Fundamental I, II e Ensino Médio, como contribuição pró-cumprimento das leis acima citadas.

Interessados(as) nos Cursos de Árbitro(a) Mesário(a) ou Formação para as Leis 10.639/03 e 12.288/10 podem entrar em contato através do email: f.p.c.capoeira@gmail.com a FPC também ;;pelo site: www.fpcapoeira.org.br