Capitania dos Portos amplia fiscalização de embarcação no Rio e punição diminui

Agência Brasil                                                                                        27/04/15 12h38 

 

 

A Capitania dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ) notificou os condutores de 1.750 embarcações que apresentaram irregularidades durante a operação Verão encerrada este mês. Desde o início da ação, em dezembro do ano passado, que tinha como objetivo garantir a segurança da navegação, prevenir a poluição hídrica a partir de navios e evitar acidentes no mar, mais 21mil embarcações foram abordadas e 81 apreendidas.

 

 

A operação é sempre feita neste período do ano, quando há um fluxo maior de lanchas, motos aquáticas e outras embarcações com finalidade de turismo. De acordo com a Marinha do Brasil, apesar das ações de fiscalização serem intensificadas em 21,43% este ano, houve uma diminuição de 4,37% na quantidade de barcos notificados, em relação a operação no período anterior (2013/2014), em função do trabalho de educação e conscientização desenvolvido pela Capitania dos Portos.

 

Entre os principais aspectos verificados pela Marinha, estão habilitação dos condutores, documentação da embarcação, material de salvatagem (coletes e boias), extintores de incêndio, luzes de navegação, lotação e estado da embarcação. O trabalho da Capitania inclui ações de presença em entidades náuticas e colônias de pescadores, o apoio a eventos esportivos e culturais, bem como a realização de palestras educativas para divulgar as principais normas de segurança da navegação.