Em nota, presidenta Dilma lamenta morte do compositor Fernando Brant

Agência Brasil                                         13/06/15 12h00 

 

A presidenta Dilma Rousseff divulgou nota hoje (13) em que lamenta a morte do músico e compositor Fernando Brant, ocorrida na noite de ontem, em Belo Horizonte, devido a complicações de uma cirurgia no fígado. Com 68 anos de idade, ele tinha mulher e três filhos.

 

 

Na nota, a presidenta disse que recebeu com tristeza a noticia da morte do compositor. Para Dilma, o  país perdeu um dos seus grandes talentos e um dos mais extraordinários letristas.  "Quero deixar meus sentimentos aos familiares, amigos e fãs da música e da poesia de Fernando Brant, lembrando um dos seus mais conhecidos versos: ‘Com a roupa encharcada e a alma/ Repleta de chão/ Todo artista tem de ir aonde o povo está’. Fernando cantou a nossa geração, o nosso povo e os nossos sonhos" declarou na nota a presidenta.

 

 

O corpo de Fernando Brant está sendo velado no saguão do Palácio das Artes, tradicional espaço cultural, em Belo Horizonte.  O enterro será hoje à tarde, Cemitério do Bonfim, na capital mineira.