Força Nacional vai ao MS para combater conflito agrário e crimes índigenas

Agência Brasil                                                            03/07/15 10h38 

 

A Força Nacional reforçará as ações de segurança pública do Mato Grosso do Sul, por 30 dias, para apoiar ações de segurança pública nos municípios de Antônio João e Japorã. Com a Polícia Militar do estado, os homens atuarão para prevenir e reprimir de conflitos agrários e crimes contra comunidades indígenas.

 

A portaria do Ministério da Justiça foi publicada hoje (3) Diário Oficial da União.

 

Em nota divulgada no dia 26, pelo Ministério Público Federal, o procurador da República em Ponta Porã (MS), Ricardo Pael Ardenghi, disse que a omissão do governo federal em demarcar as terras indígenas contribui para agravar o clima de tensão na região. “A situação indígena no estado é grave e tem sido negligenciada pelo Poder Público”, disse Ricardo Ardengui.