Cidade goiana confirma dois casos da Síndrome de Guillian-Barré

16/02/2016 

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis (GO) confirmou hoje (16) a ocorrência de dois casos da Síndrome de Guillian-Barré na cidade, localizada a 50 quilômetros de Goiânia.


O Departamento de Epidemiologia da cidade investiga se os dois casos estão relacionados ao vírus Zika, mas lembra que a doença – que causa paralisia – pode ter outras causas.

Segundo o Ministério da Saúde, a síndrome de Guillain-Barré é uma das mais frequentes manifestações neurológicas verificadas após a ocorrência de processos infecciosos, causados pelo vírus da dengue e da chikungunya.


Apesar de a maior parte dos casos estar relacionada a processos infecciosos, não significa que haja ligação com essas doenças.


Os dois pacientes, um idoso de 69 anos, e um rapaz de 29 anos, estão internados em hospitais públicos, recebendo cuidados médicos. O idoso está internado na Santa Casa de Misericórdia. Já o rapaz foi transferido, na noite dessa segunda-feira (15), do Hospital Municipal para o Hospital de Doenças Tropicais.


Os pacientes já foram submetidos aos exames clínicos necessários para identificar as causas da doença. Após serem analisados pelo Laboratório Central em Goiânia, os testes serão enviados para o Instituto Evandro Chagas, no Pará. O instituto é vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde. Os resultados só devem ser conhecidos em 60 dias.