Grávidas querem testes para saber se tiveram zika

 

16/08/2016                                                                                   

 

O zika vírus em fevereiro foi considerado uma emergência global pela Organização Mundial da Saúde, em função da associação entre a presença do vírus em gestantes e a síndrome congênita em recém-nascidos, cuja manifestação mais evidente em um primeiro momento era a microcefalia.


 
Em entrevista ao Revista Brasil, a diretora de Pesquisa do Instituto Locomotiva, Maíra Saruê Machado, conta que o Instituto Patrícia Galvão, em parceria com o aplicativo BabyCenter e o Instituto de pesquisa Locomotiva realizaram duas pesquisas de opinião para mapear como as mulheres grávidas têm lidado com o assunto.


 
Maíra conta que 90% das mulheres grávidas querem fazer o teste para saber se tiveram zika e que a maioria revela insatisfação com a falta de acesso a exames, com a falta de informações sobre formas de contágio, de prevenção ao zika vírus e seus efeitos sobre o desenvolvimento dos bebês.